Você trabalha para viver ou vive para trabalhar ?

Você já se perguntou por que trabalha? Quando essa pergunta surge, quase sempre respondemos que trabalhamos para SOBREVIVER. A resposta parece lógica diante de uma vida onde nós e nossa família, “suamos a camisa” para por um pouco de comida na mesa. Ainda mais quando o trabalho não nós proporciona prazer e oportunidade de crescimento. Mas, o trabalho de verdade, é aquele que nos desafia proporcionando conhecimento, que nos permite o sustento e a possibilidade de estudar, ter direito ao lazer, a reflexão e a momentos com a família e com os amigos. Devemos trabalhar para VIVER.

Se o ambiente em que trabalhamos é um AMBIENTE ASSEDIADO, cercado de gritos, humilhações e pressões para cumprir produção, se ele é um local onde não nos sentimos realizados ou encontramos oportunidades de crescimento pessoal ou profissional, e se, este ambiente não possuí uma ESTRUTURA ADEQUADA acabamos adoecendo.
As doenças que ocorrem em função do ambiente de trabalho são conhecidas como DOENÇAS OCUPACIONAIS. Essas doenças são classificadas como DOENÇAS PROFISSIONAIS OU TECNOPATIAS, que são causadas por fatores inerentes à atividade laboral, e DOENÇAS DO TRABALHO OU MESOPATIAS, que são causadas pelas circunstâncias do trabalho. E todas elas podem ser evitadas.
No final do ano passado, foram registrados cerca de 1 milhão de operadores de telemarketing em atividade no Brasil, isto por que este é o mercado de trabalho que mais cresceu no país diante do crescente progresso econômico que aquece o mercado de consumo de bens e serviços. É muito trabalhador! Por isto mesmo, trata-se de uma categoria que precisa ser cuidada e respeitada. 
É para proteger esses trabalhadores, permitindo uma melhor qualidade de vida e de trabalho, que o Sindicato dos Trabalhadores em Telemarketing (Sintratel Ceará), a Federação dos Trabalhadores Empregados e Empregadas no Comércio e Serviços do Estado do Ceará, a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo do Comércio e Serviços (Contracs) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), entidades que atuam na luta e na defesa dessa e de tantas outras categorias de trabalhadores, reúnem-se para a promoção de atividades de divulgação do anexo 2 da Norma Regulamentadora 17 (NR17).
O esforço é para garantir mais saúde para você trabalhador(a),assegurar mais cidadania e o direito a vida.