TST mantém decisão que reconheceu vínculo trabalhista entre manicure e salão

TST

A Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão da Quarta Turma em recurso do Wimbledon Instituto de Beleza Ltda., do Paraná, contra decisão que reconheceu o vínculo empregatício do salão de beleza com uma manicure.

A profissional recebia por cada procedimento feito, arrecadando entre 60% a 70% do valor pago pelos clientes. De acordo com o estabelecimento, a relação era de prestação de serviço autônomo, já que o restante dos valores era repassado como pagamento pelo uso do espaço e da infraestrutura do salão, não caracterizando vínculo trabalhista.

O estabelecimento alegou que a decisão da Justiça do Trabalho da 9ª Região (PR) não observou norma coletiva firmada com o sindicato dos empregados em salões de beleza, que não reconhece o vínculo empregatício nos casos de profissionais que recebem percentual igual ou superior a 50% sobre cada procedimento. O salão também apontou violação de diversos artigos da CLT, do Código Civil e da Constituição Federal.

Regional

O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região entendeu que, apesar da norma coletiva, ficou claro que, no caso, o vínculo empregatício da manicure com o salão se caracterizava pelo falta de autonomia da profissional na prestação de serviço. De acordo com o TRT-PR, ela não poderia ser enquadrada como autônoma, já que não possuía os requisitos para comprovar tal condição. Na decisão, o Regional explicou a necessidade da existência de alvará de autônomo, contrato de arrendamento e comprovante de recolhimentos previdenciários e fiscais.

No instituto de beleza, a manicure tinha jornada de trabalho fixa e recebia salário, com subordinação jurídica. Dessa forma, o Tribunal Regional desconsiderou a relação de prestação de serviço e considerou a relação trabalhista da manicure com o estabelecimento.

TST

Insatisfeito com a decisão da segunda Instância, o salão de beleza recorreu ao TST, sem sucesso. Tanto a Quarta Turma quanto a SDI-1 do TST entenderam que a relação foi de natureza empregatícia, descartando a prestação de serviço autônomo. “A Turma entendeu que, diante das provas produzidas nos autos, ficaram demonstrados os requisitos necessários à caracterização do vínculo empregatício”, disse o relator, ministro José Roberto Freire Pimenta.

Para o relator, “a norma coletiva que previa o não reconhecimento do vínculo empregatício quando a empregada auferisse mais de 50% do valor cobrado dos clientes não seria aplicável ao caso, pois incidiria apenas em relação ao trabalho de profissionais autônomos”.

A decisão da SDI-1 foi unânime.

Fonte: TST

COMMENTS

  • <cite class="fn">Rebignott</cite>

    Comprar Cialis 20 [url=http://cheapciali.com]canadian cialis[/url] Propecia Calorias Cialis A La Venta Secure Site For Viagra 100 Mg

  • <cite class="fn">Rebignott</cite>

    Sinus Swollen Under Eye Amoxicillin Decongestant Costo Levitra 10 Mg In Farmacia Amoxicillin Clav 875 125mg [url=http://cheapciali.com]online cialis[/url] Propecia Cost Compare

  • <cite class="fn">Rebignott</cite>

    Baclofene Ethypharm Comprar Cialis Sin Receta Medica Cheap Kamagra [url=http://mailordervia.com]viagra[/url] 20mg Levitra India

  • <cite class="fn">Rebignott</cite>

    Viagra Rezeptfrei Berlin cialis no prescription Stiftung Warentest Levitra

  • <cite class="fn">curry 4</cite>

    My husband and i ended up being contented when Ervin managed to round up his researching using the precious recommendations he gained out of the site. It is now and again perplexing to just find yourself making a gift of techniques which a number of people might have been making money from. And we already know we need the website owner to appreciate for that. These explanations you have made, the easy website navigation, the relationships you can assist to foster – it is everything unbelievable, and it is leading our son and our family reason why this theme is pleasurable, which is certainly very pressing. Thanks for everything!

  • <cite class="fn">mbt</cite>

    Thanks so much for giving everyone an extremely wonderful possiblity to read critical reviews from this site. It really is so awesome and full of a good time for me and my office colleagues to search your site nearly three times weekly to learn the latest guides you have. And indeed, I’m also always pleased with all the surprising creative concepts served by you. Selected 3 areas in this posting are completely the most suitable we have ever had.

Leave a Comment