Mínimo vai a R$ 937, com reajuste abaixo da inflação prevista pelo próprio governo

Lei prevê aumento com base no INPC, que segundo o Ministério da Fazenda deve fechar 2016 em 6,74%

Saiu hoje (30), no Diário Oficial da União, o decreto fixando em R$ 937 o valor do salário mínimo a partir de 1º de janeiro, conforme anunciado na véspera pelo governo. O reajuste é de 6,48% sobre o atual, de R$ 880. E fica menor que a inflação medida pelo INPC-IBGE calculada pelo próprio governo: a estimativa do Ministério da Fazenda para 2016 é de 6,74%.

O novo valor do piso nacional também está abaixo da aprovado pelo Congresso no Orçamento Geral da União para o próximo ano, que foi de R$ 945,80 – isso representaria um reajuste de 7,48%. Nesse caso, o governo argumentou que o INPC, usado como referência no cálculo, ficará abaixo do previsto inicialmente. “Em virtude da inflação menor em 2016, o reajuste será menor do que o previsto na LOA (Lei Orçamentária Anual). Trata-se, portanto, de aplicação estrita da legislação”, diz, em nota, o Ministério do Planejamento.

Nem tanto, considerando-se que o reajuste ficará abaixo do INPC de 2016 – o índice de dezembro será divulgado pelo IBGE em 11 de janeiro. De janeiro a novembro, a inflação está acumulada em 6,43%.

A lei a que o Planejamento se refere é a 13.152, de 29 de julho deste ano, ainda no governo Dilma, que fixa uma política de valorização do salário mínimo de 2016 a 2019. A regra prevê aplicação do índice de inflação (INPC) do ano anterior mais, a título de aumento real, o Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. No caso de 2017, já se sabia que não haveria ganho real, porque houve queda no PIB de 2015 (-3,8%).

A questão é se haverá aumentos reais em 2018 e 2019, caso o PIB brasileiro cresça nesses anos, por causa da chamada PEC do teto, a proposta de emenda à Constituição aprovada neste mês pelo Senado. Se o governo ultrapassar o limite de despesas, o salário mínimo não terá reajuste acima da inflação, acabando com uma política conquistada após mobilização das centrais sindicais, que a partir de 2004 fizeram uma série de marchas a Brasília. De acordo com o Dieese, de 2003 a 2016, o mínimo foi reajuste em 340%, enquanto a inflação do período somou 148,34%, com um ganho de 77,18%.

Confirmada a restrição ao ganho real, seria mais uma iniciativa do governo contrária aos gastos sociais. Na mesma nota em que informa sobre o novo valor, o Planejamento afirma que o reajuste significa incremento de R$ 38,6 bilhões na massa salarial, ou 0,62% do PIB, o que terá, acrescenta, “efeitos positivos na retomada do consumo e do crescimento econômico ao longo do ano”.

Um pesquisador da Fundação Getúlio Vargas, depois contestado pela FGV, chegou a fazer simulação e demonstrou que, caso as regras da PEC valessem desde 1998 o salário mínimo atual seria de aproximadamente de R$ 400, menos de metade do valor oficial.

O Dieese aponta o salário mínimo como um fator de ampliação do mercado e de redução da desigualdade. Em 1995, com um piso nacional era possível comprar 1,02 cesta básica. Neste ano, 2,14, em valores de janeiro. O instituto calcula que 48 milhões de pessoas têm rendimento referenciado no salário mínimo, inclusive aposentados e pessoal da ativa.

Fonte: CUT Nacional

COMMENTS

  • <cite class="fn">Austoa</cite>

    Buy Levitra Online With Prescription Cialis 20mg France No Rx Viagra [url=http://buyviaa.com]viagra online pharmacy[/url] Amoxicillin Online Free Shipping

  • <cite class="fn">Austoa</cite>

    Torsemide Cialis 10mg Filmtabletten buy viagra Amoxicillin Good For Prosthesis Come Acquistare Cialis In Farmacia

  • <cite class="fn">Austoa</cite>

    How To Last Longer Men viagra Pharmacy Rx One 60 Mg Cialis How To Get Zithromaz Without Prescription Over Night Shipping Commander Cialis Belgique

  • <cite class="fn">Galyaboase</cite>

    we recommend brand name is

    4dc5 is 20 mg blister

  • <cite class="fn">michael kors outlet online</cite>

    My husband and i ended up being more than happy Michael could deal with his basic research through your precious recommendations he grabbed through the site. It’s not at all simplistic just to choose to be giving away techniques that many people have been selling. And we also take into account we have the writer to give thanks to because of that. All of the illustrations you have made, the easy blog menu, the relationships you help to foster – it’s everything unbelievable, and it’s facilitating our son and our family believe that this matter is satisfying, and that is extraordinarily serious. Many thanks for the whole lot!

  • <cite class="fn">hermes bag</cite>

    I actually wanted to jot down a brief comment in order to thank you for those superb techniques you are writing on this site. My particularly long internet research has now been honored with reputable concept to go over with my visitors. I ‘d mention that most of us readers actually are really fortunate to dwell in a decent network with so many outstanding people with great ideas. I feel rather happy to have come across the web pages and look forward to plenty of more cool minutes reading here. Thanks a lot once more for a lot of things.

  • <cite class="fn">fitflops sale clearance</cite>

    My wife and i have been so satisfied that Peter could conclude his web research with the precious recommendations he discovered from your very own site. It is now and again perplexing just to possibly be releasing tactics which some others could have been trying to sell. And now we take into account we have the website owner to give thanks to for this. These illustrations you have made, the easy blog menu, the friendships you can help engender – it’s mostly great, and it is facilitating our son and us consider that that article is exciting, which is certainly highly fundamental. Thank you for the whole lot!

Leave a Comment