Disputa acirrada na eleição do SEEACONCE

Chapa 2 lança coletivo com 64 trabalhadores para tirar do poder diretoria que ocupa a entidade há 18 anos

Por Joana Dutra

Sábado (7) foi um dia histórico para os trabalhadores do Asseio e Conservação do Estado do Ceará. Depois de duas tentativas frustradas de disputar o SEEACONCE (Sindicato dos Trabalhadores em Condomínios, Shoppings centers, Centros comerciais e Imobiliárias do Estado do Ceará) o grupo Limpeza Total conseguiu registrar uma chapa com 64 componentes e ser uma alternativa política para a categoria. A eleição acontece nos próximos dias 24, 25 e 26 de fevereiro. A atual direção da entidade está há 18 anos no poder, isolada, distante da base e com acordos criminosos com o patronal. A festa aconteceu no Clube dos Sargentos, na Av. Francisco Sá. Na ocasião, o deputado estadual petista Elmano de Freitas destacou a trajetória de luta da companheira Maria José Soares, a Mazé, candidata a presidente, e ainda anunciou seu primeiro projeto de Lei a ser apresentado ainda em fevereiro na Assembleia Legislativa, voltado para a defesa dos direitos de trabalhadores terceirizados do Estado.

Segundo Elmano, o projeto exigirá a criação de uma conta corrente exclusiva para o depósito de décimo terceiro, férias e os 40% do Fundo de Garantia dos trabalhadores contratados por empresas prestadoras de serviço do Estado. “Não é possível o governo continuar gastando rios de dinheiro com essas empresas que não respeitam o trabalhador, que imprimem jornadas de trabalho desumanas e ao demitir não pagam todos os direitos”, denunciou. O parlamentar declarou ainda que sua assessoria estará empenhada na campanha da Chapa 2 até o dia 26 de fevereiro quando os votos serão apurados. “Vamos ligar para os nossos companheiros do interior, em todos os locais onde fomos votados e conclamarmos a adesão total de todos”.

Mazé Soares, que encabeça a Chapa 2, explicou que a principal conquista da atual diretoria do SEEACONCE foi a construção da sede da entidade, na rua São Paulo, mas que isso só ocorreu por pressão da oposição. “Denunciamos ao Ministério Público os desvios de verba que ocorriam na entidade que funcionava em um prédio caindo os pedaços. Depois disso, em apenas 8 meses a nossa sede maravilhosa estava de pé. Essa conquista não é deles, é dos trabalhadores”, explicou. Aplaudida, Nega Mazé, como é chamada, disse se sentir vitoriosa desde já. “Pela primeira vez temos a oportunidade de escolher, democraticamente, nossos representantes e isso já nos anima, mas queremos mais. Vamos conversar com os companheiros em nossos locais de trabalho e pedir votos para a Chapa 2, a verdadeira mudança”.

O vice-presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Raimundo Ângelo, também participou do Ato. Em seu discurso, Raimundinho, garantiu a participação dos filiados e militantes do Partido na campanha do SEEACONCE. “Esse grupo representa uma oposição consciente, alinhada com os movimentos sociais e realmente em defesa dos direitos dos trabalhadores. O PT estadual entrará nessa disputa para fortalecer a disputa e garantir a vitória no dia 26”.

Para Francisco Sobrinho da Central Única dos Trabalhadores (Cut-Ce), o pleito já pode ser considerado vitoriosos pois as entidades ligadas à Chapa 2 lutam antes de mais nada pela democracia, pela autonomia dos trabalhadores. “A Chapa Limpeza Total tem uma diretora da Cut encabeçando e outros membros da Central em sua composição. Somos a oposição Cutista ao SEEACONCE”. A categoria reúne 80 mil trabalhadores em todo o Ceará.

COMMENTS

Leave a Comment